Looks Olímpicos: O que usar em cada ocasião durante os jogos !

25/07/2016

Falta pouco para os Jogos Olímpicos e a cidade do Rio de Janeiro já esta em uma clima agitado na expectativa deste grande evento.

O Rio está cheio de gente de fora e de dentro do Brasil e no mês de agosto foram decretados alguns feriados olímpicos , então isso significa que será um mês agitado, com certeza com muitos eventos.

Por isso separei 3 looks para inspirar vocês a compor seu visual para as olimpíadas, isso tudo faz parte de um concurso olímpico de moda ! Minhas escolhas foram da Farfetch  , confira os looks:

LOOK BRONZEEste é look perfeito para ir as competições , ele é confortável e ao mesmo tempo chique , por isso é a combinação perfeita para ir aos jogos e premiações em estádios, arenas, etc.

LOOK PRATA

Essa aqui é uma opção para aproveitar o fim de semana com os amigos e os familiares que estão na cidade para curtir o evento, para ir a pontos turísticos, passear na praia, é o look perfeito para o fim de semana carioca , fresco e elegante esse macaquinho de seda Valentino é escolha certeira, combinado com uma flat de cortiça e uma crossbody bag da chloé .

LOOK OURO

Não pode faltar um look festa não é verdade? Afinal precisamos de inspiração para escolher nosso visual para um happy hour , uma festa ou qualquer outro tipo de evento social mais badalado , nada melhor que apostar no pretinho básico não? Esse Valentino mesmo sendo de uma cor básica tem essa transparência linda de renda , para arrematar o look invista em sandálias de salto e uma clutch , como essa da Yves Saint Laurent.

E ai? Gostou dos looks? Entre no site da Farfetch e veja as milhares de peças que podem compor seu look olímpico , http://www.farfetch.com/ .

Convidadas com roupas iguais na mesma festa? Como sair dessa!

20/07/2016

Roupas iguais

Usar a mesma roupa, principalmente blusa e vestido, em uma mesma festa, jantar, evento ou trabalho não é algo impossível. Na verdade, é mais comum do que parece. Mas, essa situação não precisa ser uma “saia justa”.

O melhor é entender que isso pode acontecer com qualquer pessoa. O ideal é ter bom humor e levar a situação de maneira leve, afinal, o lado positivo é que duas pessoas possuem bom gosto!

Caso a situação ocorra com você, não precisa se desesperar. Solte o cabelo , caso ele esteja preso ou solte. Uma dica boa, independente de ser em caso de looks iguais é levar um acessório extra na bolsa, o brinco pode cair , o cordão pode arrebentar, vale sempre a pena levar um extra. 

Antes de mais nada a personalidade que colocamos em nossos looks fazem eles diferirem do de qualquer outra pessoa, sempre deixe sua personalidade marcada em suas peças , as pessoas nem vão notar peças iguais !

3 peças que não podem faltar no seu guarda-roupa de inverno

18/07/2016

O clima vai esfriando e o nosso guarda-roupa vai modificando, mas sempre rola aquela dúvida de como usar uma peça tão característica de uma estação e quais peças valem realmente o investimento.

Sugiro 3 opções de peças para o inverno esse ano:

Casaco de pele

Casaco/colete de pele: As peles estão de volta e elas são as que mais esquentam do frio, obviamente, peças de pele estão presentes em todas as temporadas praticamente. Tanto peças inteiras, como casacos e coletes, e existem dos mais variados tipos, as mais volumosas, outras coloridas.

Para momentos mais formais, os modelos menos volumosos são a melhor opção, combinando perfeitamente com saias lápis ou mídis, valorizando vestidos básicos. Já para um visual mais despojado a pele deve ser usada como um elemento de destaque, misture com peças mais básicas principalmente jeans (calças, vestidos, camisas) e t-shirts.

Trench coat

Trench coat: É uma das peças que mais protege do frio, surgiu durante a primeira guerra mundial, para que os soldados se protegessem das baixas temperaturas e chuva. O trench coat não é uma peça difícil de usar, ele vai bem para mulheres de todas as idades e tipos físicos, por isso, vale a pena ter ao menos um modelo no guarda-roupa.

Ele possui tamanhos mais longos e mais curtos, mas em ambos os comprimentos você pode investir em diferentes visuais. Para um look mais descontraído você pode investir em um vestido com meia calça e botas, ou até mesmo por cima de um look básico estilo calça jeans e camiseta. Para dar mais sofisticação ao look você pode combiná-lo com uma saia lápis e sandálias de salto alto ou um vestido mais estruturado, como um vestido de couro, por exemplo.

Jaqueta Bomber

Jaqueta Bomber: O bom desse modelo é que ele é unissex e por isso nas últimas temporadas está vindo com tudo, seguindo a tendência sem gênero que vem se estabelecendo entre algumas marcas. Essa jaqueta complementa qualquer look e te faz sair do básico. Uma combinação fácil é com vestido, aqui você tem opção de combinar com um vestido curto e sapatilha ou com botinha curta.  Dependendo da temperatura pode acrescentar uma meia calça, fica lindo!

Quer um look mais descontraído? Invista em uma legging com textura e/ou estampa. Calça jeans e calça de couro também nunca saem de moda, aqui você pode escolher uma camiseta branca com alguma estampa e escolher a calça de sua preferência. Lembrando que a parte de cima não importa muito, pois a jaqueta já chama toda atenção e é uma peça linda por si só.

 

 

Remake dos anos 90: As várias tendências que voltaram à moda

13/07/2016

Cropped

Quando vemos os desfiles e olhamos a moda nas ruas dá uma sensação de que estamos de volta aos anos 90 devido à quantidade de tendências dessa década que voltaram a moda nos últimos anos.

Acho que o mundo da moda entrou em uma máquina do tempo, confira só quanta coisa veio dos anos 90:

Top Cropped: É realmente uma grande febre dos últimos anos, principalmente no estilo que vemos nas ruas.  Nos anos 90 a barriga de fora era lei, com shorts e calças jeans de modelagem alta os croppeds estilo regata eram febre.

Atualmente o cropped é usado de diversas formas, não só no modelo mais justinho como uma regata, mas agora ele aparece também sem mostrar a barriga, mais fluído e usado com peças de cós bem alto.

Cós alto: Junto com o cropped veio sem companheiro cós alto e nossa como calças e shorts de cós alto viraram febre no mundo todo atualmente, essa peça praticamente não sofreu alterações.O cós alto modela perfeitamente o corpo da mulher, é uma peça coringa que pode transformar um look simples em algo que chame mais atenção por acentuar o corpo feminino. Sejam em shorts ou calças, skinny o flare, o cós alto voltou ao nosso guarda roupa há algumas temporadas e acho que não sai mais.

Total Jeans: Não é muito atual a volta do total jeans, mas ele é total anos 90. O tecido jeans começou a ser bastante usado nesta década, é um referencia muito forte que atualmente vemos em todas as estações, mas a combinação de várias peças jeans tem voltado com força. Das tendências que foram reavivadas essa é a mais fácil de apostar, peças jeans é o que não faltam em um guarda roupa então é só se jogar nas misturas de calças e shorts com camisas e jaquetas do tecido.

Meia over the knee: tendência de inverno

11/07/2016

Meia over the knee

As botas over the knees fazem sucesso entre o público feminino no inverno já há alguns anos. Porém, uma tendência parecida, mas com um charme especial, também promete bombar no inverno 2016. São as meias over the knee. Famosas como Meghan Trainor,  Julia Faria e Camila Cabello, do Fifth Harmony, já apostam no estilo.

Este estilo ficou famoso como referência às colegiais, por isso, precisamos tomar cuidado na hora de combiná-lo e não parecer uma estudante. Por isso, é melhor evitar usá-la com tênis e a cor mais indicada é a preta, que afina a perna e combina commais opções de looks.

O ideal é investir em vestidos estilosos, saia jeans formato A ou saia de couro. O truque do sapato e meia da mesma cor também vali aqui.  Quem tem a panturrilha grossa demais e corpo em formato de pêra deve evitar esse tipo de meia. Esta é uma boa opção para quem quer parecer mais alta.  Verifique se o elástico da meia não está apertando demais a coxa. Certifique-se também de que deixou um pedaço de perna aparente, para não achatar demais a silhueta.  As estampas são bem vindas, exceto se a pessoa estiver acima do peso,  já que elas dão efeito de volume.

 

O retorno das pochetes

06/07/2016

Pochete

Hit dos anos 80 as pochetes voltaram à cena fashion e estão em alta nesse inverno. E os modelos surgem repaginados, prontinhos para se adaptarem a diferentes estilos. Mas para você essa tendência está fora de opção? Não consegue nem pensar na possibilidade de usar pochete? Esqueça esses conceitos ultrapassados e aposte nas mini bolsinhas com versões mais estilizadas e atuais.

Superdescoladas o modelo aparece em looks da cantora Riahnna. Separei algumas dicas para usar a pochete com estilo nesse inverno.

– Invista em modelos com cores e materiais inusitados. Isso ajudará a trazer modernidade para o visual.

– Você pode combinar com vestidos, calças skinny, saias e macacões mais alternativos. Só tome cuidado para evitar um look despojado demais, pois o acessório costuma ter uma conotação cafona – e a ideia é criar uma imagem contrária a isso, superestilosa. Por isso, jogue ele com algumas peças bem atuais, como uma bota acima do joelho.

– Se você quer investir na pochete de forma mais sutil, opte por tamanhos menores. Eles são mais fáceis de incluir no look do dia e ajudam a garantir um look mais equilibrado e harmônico, com menos volume na cintura.

– Para começar prefira modelos com cores mais sóbrias, como o preto, branco ou nude.  Pois assim há pouca margem para um visual desequilibrado.

– Como a pochete por si só já é um item bem chamativo, abra mão dos demais complementos no visual e deixe a peça protagonizar sozinha.  

 

O veludo é uma boa aposta para o inverno

04/07/2016

Veludo

Ele aparece em calças de alfaiataria, blusas assimétricas, jaquetas e vestidos que vão dos curtinhos descontraídos aos longos sinuosos. O veludo é aposta certa. Depois de passar algumas estações no fundo do armário, o veludo vem com tudo inverno 2016 na versão “molhado”. Para atualizar o tecido, as marcas apostaram em modelagens mais justinhas e cores inusitadas, como o verde, mostarda e vinho.

O tecido foi hit nos anos 70, depois nos anos 90 e esse ano ele é o queridinho dos estilistas. Foi adotado nos calçados por algumas grifes nas passarelas internacionais como Dries Van Noten, Givenchy, Balmain e Dolce & Gabbana. No Brasil no SPFW para o inverno 2016 a Ellus, Osklen, Animale e Reinaldo Lourenço investiram no tecido para criar vestidos, saias e top, todos com extrema leveza e movimento.

Como usar o veludo molhado neste inverno:

  1. Aposte nas peças mais soltinhas para que o tecido tenha um bom caimento.
  2. Os modelos agora estão sem cintura marcada, como em Blazers e vestidos.
  3. Uma boa aposta são os vestidos com comprimento midi, soltinhos  e com fendas laterais.
  4. Em alta, a mistura com rendas, sedas,transparências ou com peças esportivas é uma tendência. O visual do veludo nesta temporada deve ser leve, com movimento e fresh, já que o inverno no Brasil não é nada severo.
  5. Peças de veludo molhado tendem a roubar a atenção pelo efeito brilhando que o tecido possui, desta forma evite usar em partes do corpo que queira disfarçar ou compor com outras peças que briguem por atenção.
  6. Cores: preto, marrom, laranja, pantone (rosa queimado suave).
  7. Considere acabamentos, cintos, barras, gargantilhas e outros acessórios em veludo.

Bolsa Étnica: A tendência artesanal de influência latina

29/06/2016

Bolsa Étnica 7

A tendência étnica tanto nos acessórios quanto em roupa não surgiu nessa temporada, ela já vem dando as caras pelas ruas há alguns anos e no último ano as bolsas artesanais conquistaram as fashionistas.

O acessório típico de lã é produzido pela tribo Wayuu, que fica entre Colômbia e Venezuela, totalmente artesanais, as bolsas são feitas à mão, mas esse não é único modelo nessa tendência, existem alguns modelos de Clutch nessa pegada, com estampas multi coloridas e aplicações de bordados e metais.

Luciana Gimenez apostou em um look de inverno com um blusão de lã que compõe o equilíbrio perfeito para o estilo de tramado artesanal das bolsas Wayuu e a top Alessandra Ambrósio já apareceu mais de uma vez com a bolsa.

Como possuem um estilo mais boho ficam perfeitas com saias longas, vestidos e dão charme ao jeans com camiseta. As cores vivas podem ser combinadas com estampas da roupa, só tome cuidado para que o mix de estampas não fique pesado demais e deixe o visual como um todo over.

Manual dos cabides: Como usar cada tipo

22/06/2016

Cabides

Muitos não sabem, mas sim, existem cabides diferentes para diferentes tipos de peça e é muito importante saber disso na hora de organizar o seu armário ou closet, porque pode ajudar na hora de manter uma organização uniforme visualmente e também impedir que os cabides se danifiquem por serem utilizados de maneira errada.

Arame: Este cabine é muito fino e frágil, fica facilmente danifica e a maioria das peças não consegue ficar fixada corretamente nele. Evite colocar peças jeans ou de outros tecidos pesados, opte por colocar nestes cabides vestidos e blusas mais leves.

Madeira: Ele é mais resistente e por isso é o cabide ideal para roupas mais pesadas, pois não fica deformado, nem danifica a roupa.

Plástico: Ele é uma ótima opção, mantêm bem a maioria das peças (com exceção das muito pesadas) sem deforma-las.

Pregadores: Este cabide é perfeito para shorts e saias, também calças, permitindo que as peças fiquem retas, sem marcas de dobras, etc.

Tecido: Roupas de tecidos muito leves ou que desfiam com facilidade devem ficar neste tipo de cabide, que por ser revestido diminui o risco das peças se prenderem a ele.

 

 

Como usar o tricô oversized?

20/06/2016

Tricot oversized 3 Tricot oversized 2

  1. Essa peça é feita com uma proporção maior, por isso o segredo para não errar na hora de usar é apostar no equilíbrio das proporções. Se a roupa oversized for da parte superior, como uma blusa, um sweater, um tricot ou um casaco então o resto deverá ser ajustado ao corpo. Outra sugestão é usar com saias curtas, mini-saias ou shorts. É uma forma de compensar o excesso de volume que se tem na parte superior, no entanto se certifique que esta não cobre totalmente a saia ou o short, assim evita ter aquela aparência de que não tem nada vestido por baixo.
  2. Fique de olho na altura dos casacos oversized. Mulheres baixinhas principalmente, para que o look não acabe por engolir a pessoa. Compense com salto alto, isso irá ajudar a alongar a silhueta.
  3. Na hora de escolher o sapato lembre-se de ser mais minimalista. Ai vale a regra número 1, pensar sempre nas proporções e no look como um todo. O tricô oversized é a peça dominante no visual.
  4. Bateu a dúvida de como usar? Aposte nas cores neutras. Essa regra é básica e pode ajudar a começar a combinar as peças.
  5. Não peque pelo excesso. Os acessórios também devem ser mais discretos e minimalistas.